Geraldo é ‘padrinho de vacina’ em estudante de Medicina da qual realizou parto há 25 anos

Ricardo Minella


O secretário estadual de Saúde Geraldo Resende reencontrou sábado (11), no lançamento da campanha de vacinação com a dose de reforço da vacina da Janssem, em Ponta Porã, a estudante de Medicina da Universidade Central do Paraguai (UCP), Bruna Dias Coca, cujo parto ele, que é médico ginecologista e obstetra, realizou há 25 anos.

Bruna Coca, filha do jornalista Antonio Coca e da assistente social e professora de Educação Física Elizabeth Coca recebeu a dose da vacina, aplicada pela secretária extraordinária de enfrentamento à Covid-19 Rosana Leite de Melo, que participou do evento em Ponta Porã representando o ministro da Saúde Marcelo Queiroga, ladeada pelo secretário estadual de Saúde Geraldo Resende, secretário municipal de Saúde Patrick Dérzi e profissionais da área.

Ao comparecer no local da vacinação, a jovem manifestou sua alegria em encontrar o secretário Geraldo Resende e agradeceu a ele pelo desempenho no processo de vacinação em Mato Grosso do Sul. “O dr. Geraldo fez o parto da minha mãe e, 25 anos depois, me garante a segunda dose da vacina contra essa terrível doença. Pela segunda vez, ele participa de um ato de grande valor em minha vida. Muito obrigado”, salientou a estudante da UCP, Bruna Coca.

O secretário Geraldo Resende, por sua vez, manifestou sua alegria em participar do evento, e por encontrar a estudante de Medicina. “Esse reconhecimento é uma das razões por que a atividade Medicina sempre me traz momentos felizes. Em minhas andanças pelo Estado, encontro muitas mães e seus filhos, relatando que eu fui o médico que acompanhou gravidez e nascimento. E agora estou duplamente feliz por ter conseguido trazer a vacina para esses pessoas”.

Bruna Coca, que está no quinto ano de Medicina na Universidade Central do Paraguai de Pedro Juan Caballero é uma das 7.529 pessoas que tomaram a dose de reforço da vacina da Janssen neste sábado e domingo, na região de fronteira. Além desse público, outros 9.108 sul-mato-grossenses receberam o imunizante nos demais 66 municípios de Mato Grosso do Sul, que não fazem divisa com o Paraguai ou a Bolívia.



Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais