MS-352: Asfalto no acesso à Ponte do Grego está perto de se tornar realidade

A pavimentação da MS-352 está perto de se tornar realidade. Os serviços estão avançados nos primeiros 15 quilômetros da rodovia, a partir do entroncamento com a BR-262, dos quais boa parte já está preparada para receber o asfalto.

Conforme o engenheiro responsável, Flávio Alves, os primeiros 3,4 quilômetros já receberam o tratamento duplo, que é a última intervenção antes de receber a “capa”, ou pavimento. Agora, os trabalhadores concentram os trabalhos nos próximos 5 quilômetros de rodovia realizando o tratamento duplo. O restante da rodovia, até completar os primeiros 15 quilômetros, está em fase de terraplanagem.

A previsão é que os primeiros quilômetros de pavimento sejam implantados no início de março. No canteiro de obras, a usina onde será preparado o asfalto já está sendo instalada.

Nascido e criado na região da Ponte do Grego, Alaor Alves Franco, de 66 anos, conta que a promessa de asfalto se estende desde a década de 70. “A primeira vez que vejo realizar um sonho. Em 1972 já era para estar asfaltado, balizaram, fizeram a ponte, e era para ter vindo asfalto, e agora que ele está chegando. Para nós é uma benção, a gente precisa desse asfalto”, disse. Alaor passa pela rodovia quase todos os dias para ir à cidade e acrescenta que já viu muito acidente ao longo da estrada. “A estrada já causou muito acidente. Já ajudei a desvirar muitos carros”, afirmou.

O motorista caminhoneiro Telésforo Rodrigues de Oliveira, de 53 anos, passa pela rodovia para entregar mercadorias e insumos nas fazendas. Ele voltava de mais uma entrega em uma fazenda a 23 quilômetros, partindo do entroncamento com a BR-262. “São mais de duas horas na estrada de terra. Se já estivesse asfaltado, gastaria em torno de 15 minutos. Na estrada de terra você tem que andar muito devagar”, disse.

Investimento

Dividida em duas etapas, a pavimentação da MS-352 vai contemplar quase 40 quilômetros de estrada, do entroncamento com a BR-262 até comunidade conhecida como Ponte do Grego. A primeira etapa corresponde a 15 quilômetros de estrada que terá investimento de R$ 21.2 milhões. Já a segunda são 24,9 quilômetros com investimento de R$ 44.6 milhões, somando R$ 65 milhões de investimentos do Governo do Estado para levar desenvolvimento à região.

O governador Reinaldo Azambuja destaca a importância da obra para alavancar o turismo e a produção local. “Melhorar a infraestrutura das estradas, levando asfalto é o caminho certo para o desenvolvimento. A nossa intenção é levar, junto com os investimentos, qualidade de vida à população”, disse. O secretário de Estado de Infraestrutura, Eduardo Riedel, também destaca a importância do investimento: “Nós temos focado muito nisso. No desenvolvimento do Estado com obras e serviços importantes para toda população. A infraestrutura é fundamental para a logística e acesso aos municípios, e essas obras vão transformando Mato Grosso do Sul. Isto é mais qualidade de vida para o cidadão”.

Veja também